quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Documentário: Você conhece Oliver, o espantoso macaco humanóide? Será?


Em 1910 o cientista russo Ilya Ivanovich tentou, com o apoio do governo soviético para criar um humanzé, um híbrido entre humano e chimpanzé. Depois de várias tentativas e muitos problemas para encontrar a mulher certa, decidiu mudar completamente seu sistema de trabalho, ao invés de inseminar chimpanzés fêmeas com esperma humano, queria inseminar fêmeas humanas com esperma de chimpanzé.
A indignação que foi gerada foi tão grande que Ivanov ficou sem apoio do governo, e foi preso e exilado, continuando uma incógnita o seu trabalho.

Eis que anos mais tarde, Oliver foi adquirido novo (cerca de 2 anos de idade) no começo dos anos 1970 pelos treinadores Frank e Janet Berger. Supostamente, o chimpanzé tinha sido capturado na República Democrática do Congo (Zaire naquela época). 

Algumas evidências físicas e comportamentaislevaram os Bergers a acreditar que Oliver era uma criatura diferente de um chimpanzé, talvez um híbrido de humano com chimpanzé: Oliver tinha uma face mais reta do que seus companheiros chimpanzés (como seus dentes frontais foram removidos quando ele era jovem, ele não desenvolveu uma mandíbula exagerada);

Oliver geralmente caminhava sobre dois pés (antes dele sofrer de artrite), nunca andando sobre os nós dos dedos, como os demais chimpanzés; e Oliver parece ter preferido mulheres do que as chimpanzés fêmeas. Durante um recente especial do Discovery Channel, a própria Janet Berger comentou que Oliver tinha atrações por ela desde quando ele completou 16 anos.



 

Ele tentou montar e copular com ela. Depois de diversas tentativas, ficou claro que Oliver era uma ameaça para Janet e tinha que ser vendido. Ainda mais, Oliver não era brincalhão como os outros chimpanzés, os quais o evitavam, além disso, algumas pessoas comentaram que ele não tinha o odor comum dos demais chimpanzés.

Embora seja possível criar geneticamente um híbrido entre duas espécies, nunca foi capaz de verificar uma relação entre estúdos de Ivanovich e Oliver, nem que este era um híbrido verdadeiro. Hoje, até a "más línguas" dizem que os experimentos para completar o trabalho da ciência russa ainda está em desenvolvimento, alguns apontam para China.

"VEJA  ABAIXO O DOCUMENTÁRIO SOBRE OLIVER NA ÍNTEGRA, EM ESPANHOL, PORÉM MUITO FÁCIL DE SER ENTENDIDO!"
PARTE 1


 

PARTE 2


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.