sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Tiroteio mata cerca de 30 pessoas em escola infantil nos EUA, diz polícia

Policiais do Estado de Connecticut (EUA) levam crianças em fila após um atirador disparar


A polícia de Newtown, no Estado americano de Connecticut, informou nesta sexta-feira (14) que o atirador que disparou contra crianças em uma escola primária da cidade morreu no local. O número de feridos e mortos ainda é incerto. Segundo a "CNN", cerca de 30 pessoas teriam sido mortas, incluindo de 18 a 20 crianças. 

Crianças se amparam após tiroteio na escola Sandy Hook em Newtown, Connecticut
O atirador seria Ryan Lanza e teria 20 anos, segundo a CNN. Segundo a Reuters, ele seria pai de um dos estudantes. Ele teria entrado na escola com duas armas, que já foram recolhidas pelos policiais. Uma delas, de acordo com a AP, seria um rifle calibre 223. A agência ainda diz que o homem possui vínculos com a escola. Ainda não se sabe se o atirador foi morto por policiais ou se tirou a própria vida. Uma segunda pessoa suspeita de participar do tiroteio teria sido presa no local.
Em pronunciamento oficial, um porta-voz disse que o governador de Connecticut, Dannel Patrick Malloy, está horrorizado e prestando apoio às famílias das vítimas. Ele também disse que estão trabalhando, junto com a polícia, para reunir informações sobre o que aconteceu o mais rápido possível e que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, já ligou para o governador e enviou suas condolências.

  • Policiais chegam na escola depois do tiroteio que matou 27 pessoas
Um jornal local diz que uma sala de aula inteira está desaparecida. Entre as vítimas adultas, segundo depoimentos de pais de estudantes à CNN, estariam a diretora e uma psicóloga da escola. Polícia e ambulâncias figuram no local do tiroteio, além de pais correndo em direção à escola.
Um dos socorristas disse que uma professora ficou ferida e foi levada ao hospital Danbury. Não foram divulgadas informações sobre o seu estado de saúde.
Outros três feridos também foram levados para hospitais perto da escola em estado grave. Dois deles são crianças com ferimentos no rosto e nas mãos. A vice-diretora da escola foi atingida por tiros no pé e na perna. O número total de feridos e ainda não foi divulgado pela polícia. 

Um comentário:

  1. Que terrivél !!!,infelizmente ainda veremos coisas como estas e piores. O resultado de tudo isso é :falta de DEUS !!! Só JESUS por nós .

    ResponderExcluir

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.