quarta-feira, 16 de maio de 2012

Projeto russo quer transferir mente humana para corpo robótico

Russia-2045 é o nome de um grupo que acredita na fusão entre robôs e humanos num futuro não muito distante. Liderados por Dmitry Itskov, a equipe criou o primeiro androide russo. O site PlasticPals publicou um vídeo no YouTube exibindo o funcionamento do robô rudimentar da Rússia, que consegue apenas reconhecer rostos.
O incrível, no entanto, é que o time pretende construir uma réplica funcional dos humanos até o ano 2020, para que quase na metade do século (2045) seja possível criar uma cópia digital da mente. Parece brincadeira, porém, segundo o site PlasticPals, muitas pessoas estão apostando nessa ideia.

 

A página que publicou a notícia afirma ainda que a equipe Russia-2045 criou uma propaganda (no vídeo acima) sobre os próximos 30 anos da humanidade. Segundo o portal, o clipe não passa de mero humor e entretenimento. Você acredita em um futuro tão avançado?
Fonte: PlasticPals

Um comentário:

  1. Loucos! E falo sério...

    Digamos que o plano deles seja na verdade aliciar algum voluntário burro (esses deslumbrados sem sabedoria existem aos montes)que aceite transferir seu cérebro vivo para um receptáculo tecnológico, SE conseguirem essa transferência com circuitos nervosos artificiais, alimentação de energia artificial, etc. Esse babaca vai MORRER, apenas seu cerebro ficará ativo com a função de apenas processar informação ( e o cerebro não é uma "maquina" puramente matemática, diga-se de passagem)e os "cientistas" que usarão o cérebro dele apenas como processador potente e esse é o unico interesse deles...

    Pense por exemplo em projetos para criação de robos divulgados nos ultimos anos, no MIT por exemplo os cientistas divulgaram o uso de cerebros e malhas de neurônios de ratos para processar o funcionamento de seus projetos.

    Pense no cão robo da FEMA, para mim é óbvio o uso de cerebros de cobaias para processar a mobilidade daquela coisa, e o pior, se em alguma hipótese a criatura (ou nesse caso, o humano) permanecerem vivos após a extração de seus cerebros, garanto que vão SOFRER enquanto esses cientistas dementes se deleitam....

    Espero que as pessoas pensem mais em realismo que em filmes de ficção científica, na realidade esses procedimentos nunca dão certo por que existem toneladas de limites e consequências insuperáveis tais quais viajens espaciais, essa merda só funciona na ficção pois, oras, na imaginação qualquer coisa é possivel e é maravilhosa sua implementação, esses deslumbrados tornam a ficção absurda em artigo de fé utópica...

    ResponderExcluir

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.