segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Atire primeiro, pergunte depois. Governo dos EUA fecha 307 sites suspeitos de pirataria

Imagem que é encontrada ao se acessar algum dos 307 sites suspensos (Fonte da imagem: Tecca)

Mesmo sendo um esporte que ainda aos poucos está conquistando os brasileiros, muitos de nós já estaremos nos preparando para assistir o Super Bowl mais tarde no dia de hoje (5). O governo dos Estados Unidos não foge a regra e também está agindo, mas de outra maneira. A Agência de Imigração acaba de suspender 307 diferentes domínios, suspeitos de violar os direitos autorais do evento.
Do total, 16 páginas são suspeitas de transmitirem a partida de forma ilegal e o restante foi suspenso por vender produtos não licenciados pela NFL. As ações foram tomadas com base na lei civil dos Estados Unidos e não pela lei criminal. Dessa forma, há um processo contrário do conhecido “inocente até que se prove ao contrário”. No caso, os donos dos domínios é que terão de provar que não faziam nada ilegal se quiserem obtê-los novamente.
A operação, conhecida como Fake Sweep e que iniciou em outubro de 2011, já foi responsável por apreender mais de 40 mil itens pirateados (como bonés, camisas e jaquetas), somando um valor total de 4,8 milhões de dólares.
Mesmo com todas as apreensões, de acordo com as informações da Agência de Imigração, a operação vai continuar pelo dia de hoje, com monitorias na internet e nas regiões próximas ao estádio, em Indianápolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.