segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

SOPA ganha inimigo de peso: o presidente dos Estados Unidos

 
(Fonte da imagem: Sensacionalista)
A guerra entre defensores e críticos da polêmica lei SOPA vem ganhando adeptos de ambos os lados. Mas agora aqueles que não querem que a lei seja implantada ganharam um reforço de respeito: Barack Obama e sua equipe.
A Casa Branca expressou uma opinião contrária a lei através de uma resposta oficial para uma petição online, escrita por três funcionários envolvidos com o orçamento de tecnologia e segurança cibernética do governo. Segundo o texto, o governo apoia uma legislação antipirataria, mas não vai oferecer suporte a controversa SOPA por considerar que ela vai sufocar a internet
Para a Casa Branca a SOPA deve reduzir a liberdade de expressão e aumentar o risco de segurança cibernética, além de enfraquecer uma internet global inovadora e dinâmica. Apesar disso, o governo americano acredita que a pirataria online de sites estrangeiros é um problema sério que requer uma resposta legislativa séria.
Para quem não sabe, SOPA significa Stop Online Piracy Act (Decreto pela Paralisação da Pirataria Online). Trata-se de uma comissão de apoio a uma nova lei que pode vir a ser aprovada nos Estados Unidos, visando fechar o cerco contra a pirataria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.