segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Reportagem do Domingo Espetacular :Fundador faz revelações sobre o 'cair no espírito' e diz porque abandonou a doutrina

O culto, que atrai cada vez mais seguidores no Brasil e no mundo, chama a atenção por expor seus seguidores a rituais perigosos e intrigantes. Comandados por um líder religioso, os fiéis ficam imóveis, caem e se debatem, em transe, no chão; muitas vezes, todos ao mesmo tempo. O Domingo Espetacular, deste domingo (13), investigou o fenômeno e entrevistou ex-fiéis, psicólogos e neurologistas. Em uma conversa exclusiva com a repórter Heloísa Vilela, um dos fundadores do movimento, arrependido, revela que as práticas vão contra às Escrituras Sagradas e pede que os brasileiros e os pastores não adotem essa doutrina, pois, segundo ele, não se trata de uma manifestação sagrada.

Um comentário:

  1. Vexame em dois sentidos convenhamos...

    No primeiro, a IURD teve muito tempo pra denunciar o charlatanismo desse movimento do cai-cai. Só resolvveu denunciar agora através da Record (notícia bem tendenciosa, mas é a realidade) por causa da quedas no número de fiéis (ou seja de dinheiro) que tem experimentado esses anos. O negócio é desbancar a concorrência.

    No segundo, mesmo sendo uma reportagem que vai conforme os interesses da IURD, mesmo tendenciosa, serve de alerta. Crenças baseadas na emoção ou fé cega não trazem nada de bom. Engraçado além de pedir o dízimo, as pessoas tem que pagar ingresso pra entrar... (¬¬) Realmente as igrejas (denominações) não estão muito longe das sinagogas de satanás dos tempos de Jesus (Yaohushua) e seus seguidores...

    ResponderExcluir

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.