segunda-feira, 17 de outubro de 2011

O APOCALIPSE SEGUNDO O APOCALINK: OS CONSTRUTORES DAS PIRÂMIDES - Parte 12

Convenci-me de que a forma piramidal é um exercício demoníaco em intenção simulada, pois acredito que a pirâmide é um paradigma da Ci­dade de Deus que presentemente está nos céus e que foi vista e descrita por João no capítulo 21 do Apocalipse. No meio da descrição anterior da Nova Jerusalém, temos os seguintes detalhes:




O anjo que falava comigo tinha por medida uma vara de ouro pa­ra medir a cidade, suas portas e a sua muralha. A cidade era quadrangular, de comprimento e largura iguais. Ele mediu a cidade com a vara e contou doze mil estádios de comprimento, e a largura e altura eram iguais ao comprimento. Mediu também a sua muralha, cento e quarenta e quatro côvados, medida de homem, isto é, de anjo.
Apocalipse 21:15-17

O texto grego coloca as três dimensões da cidade em 12.000 estádios cada uma. Um estádio tem aproximadamente 185 metros, o que dá à ci­dade 2.220 quilômetros em cada dimensão. Algumas autoridades bíbli­cas são de opinião que essa cidade foi criada na forma de um cubo. Eu acredito que seja na forma de uma pirâmide e acredito também que a Pirâmide de Gizé e as outras pirâmides antigas foram construídas com a in­tenção de copiar a cidade celestial de Iahweh, a Cidade Santa que se acha nos céus presentemente. É isso que quero dizer quando emprego a ex­pressão "Pirâmides no Céu".
Reflitamos nisso por um momento. Lúcifer era o mais sublime ser sobrenatural celestial jamais criado por Iahweh. Era tão poderoso e sábio que se corrompeu pela própria beleza e pensou destronar o Altíssimo. Em consequência, foi banido da presença de Iahweh, e aqueles que com ele se rebelaram caíram na Terra. Uma vez que é da natureza de Lúcifer imitar Iahweh, ele decidiu construir um magnífico edifício para si mes­mo na Terra. Esse edifício deveria ser um monumento ao seu próprio or­gulho e ego. Assim, por meio de seus lacaios, os Nephilim, e o espantoso poder espiritual ao seu dispor, ele planejou e construiu a imponente pi­râmide em Gizé, utilizando toda sua perícia celestial e conhecimento astronômico para alinhá-la com os vários sinais estelares e constelações. Em Ezequiel 28, está escrito sobre Satanás:

Tu és o sinete da perfeição, cheio de sabedoria e formosura.
Ezequiel 28:12

Somente um ser celestial sublime poderia ter planejado as pirâmides daquela época antiga. Somente um ser ou seres com tanto conhecimen­to das estrelas poderia ter realizado tais coisas. Sua morada original era entre os corpos celestes na Cidade de Deus e eles estavam presentes no lançamento dos fundamentos da Terra. Falando a Jó, assim diz Iahweh:

Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da Terra? Dize-me, se tens entendimento.
Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu so­bre ela o cordel?
Sobre que estão fundadas as suas bases?
Ou quem lhe assentou a pedra angular?
Quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e reju­bilavam todos os filhos de Deus?
Jó, 38:4-8
Isso foi no passado distante, antes da degradação de Lúcifer e de suas subsequentes rebelião e queda.
No livro Heaven's Mirror (p. 66), de Graham Hancock, o autor faz ci­tações dos textos de Edfu, que reiteradamente afirmam que os monumen­tos do Egito foram construídos pelos deuses para representar "edifícios no céu" e foram erigidos de acordo com planos "que caíram do céu". O autor diz a seguir que, quando os deuses os construíram, esses edifícios foram modelados em um lugar "que acreditava-se ter existido antes de o mundo ser criado". São indícios adicionais que apoiam nossa teoria de que as pi­râmides são representações terrestres de uma habitação celestial.
Alguns especialistas cristãos propuseram a ideia de que a Grande Pirâmide foi construída por ou algum outro patriarca e acreditam que ela seja um altar desenhado por Iahweh que contém informações profé­ticas relacionadas ao que o futuro reserva para os crentes cristãos. Não posso aceitar isso, visto que todas as informações de que necessitamos com relação à nossa redenção e ao nosso futuro estão contidas nas pági­nas que vão do Gênesis ao Apocalipse. Além do mais, um corredor [po­ço] que sai da Câmara do Rei dentro da Grande Pirâmide está relacionado com [a constelação de] Draco [ver Fig. 2, capítulo 1]. Já concluímos que Draco é o Dragão, que é o Diabo e Satanás, a Velha Serpente (Apocalipse 12:9). Dois dos outros corredores foram identificados com Osíris (Orion) e Ísis (Sirius), duas das principais divindades do antigo Egito. Todos es­ses indícios mostram que o arquiteto dos monumentos escrevinhou a sua identidade sobre o traçado do mesmo modo que algumas pessoas gostam de ver seus nomes escritos com luzes em público. E o nome que ecoa desse edifício é o de Draco. É o nome dele e os dos seus companheiros que aparecem de maneira bastante óbvia na planta da pirâmide e na luz das estrelas para as quais ela aponta.
Consideremos também aquilo que a imagem da pirâmide passou a indicar. Ela está associada principalmente à simbologia maçônica e tem ligações também com outras organizações reservadas que têm seus fun­damentos no oculto. Foi a influência dos maçons que levou a pirâmide com o "olho-que-tudo-vê" a ser exibida no verso da nota de um dólar americana. Em algumas religiões orientais, esse olho é chamado de o "terceiro olho". Dizem que ele representa um nível mais elevado de cons­ciência psíquica que os iniciados devem atingir a fim de alcançar uma compreensão mais profunda dos segredos do oculto.
Há uma inscrição em latim impressa na nota de dólar: "Novus Ordo Seclorum" (ver Fig. 20). Em poucas palavras, isso significa a aspira­ção de organizações clandestinas que acreditam que o único meio de alcançar a paz mundial é mediante "Um só Governo para o Mundo". As­sim, é frequente ouvir políticos poderosos falarem de uma "Nova Ordem Mundial".73 A palavra latina seclorum deu secular. De maneira que, o ob­jetivo dessas organizações é um governo de caráter mundial, secular e ateu que eliminará as guerras mundiais e assegurará paz e segurança pa­ra todos.





Em tempos relativamente recentes, sabia-se que Adolf Hitler e a li­derança nazista estavam profundamente envolvidos com o oculto e ado­ração a Satanás. E esse mesmo símbolo que retrata o olho-que-tudo-vê foi encontrado sobre a porta de entrada do bunker no qual Hitler, aparentemente,  cometeu suicídio. A origem desse símbolo poderoso pode ser atribuída à divinda­de egípcia Horus. Um dos deuses principais do panteão egípcio, Hórus, foi, provavelmente, um dos Nephilim originais ou um descendente dire­to. Assim, o Olho de Horus parece estar ligado a Lúcifer e tem uma as­sociação óbvia com o oculto. Isso empresta mais peso ao argumento de que o símbolo da pirâmide com o olho-que-tudo-vê, e, na verdade, as próprias pirâmides, são de origem satânica. (Muita gente se refere a esse olho no reverso da nota de dólar como o "olho de Lúcifer".)
Ademais, se Iahweh foi realmente o construtor da Grande Pirâmide, ele estaria violando seu próprio Primeiro Mandamento, que afirma:

Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra...
Deuteronômio 5:8

Aqui está declarado especificamente que não devemos fazer quais­quer imagens de qualquer coisa que esteja no céu acima. Se a Grande Pi­râmide for uma imagem da cidade celestial, então Iahweh estaria negligenciando seus próprios preceitos, o que não concordo em pensar que Ele faria. E, comparada à descrição da Nova Jerusalém dada por João no Apocalipse 21, a Grande Pirâmide é, na verdade, uma cópia medíocre. Parece muito mais provável que todas as pirâmides sejam imitações cons­truídas por Satanás e seus companheiros Nephiíím como altares ao pró­prio orgulho, um reflexo terreno de uma realidade celestial.
Isso explicaria as fantásticas quantidades de sangue inocente derra­madas nesses altares, especialmente na América Central, para aplacar a ira e mitigar a lascívia sanguinária desses mesmos deuses da morte.
A Grande Pirâmide tinha um revestimento externo de calcário bran­co polido, o que tornava sua superfície lisa e iridescente. Há quem acre­dite que o cimo era de ouro. Deve ter proporcionado uma visão gloriosa quando foi construída, fulgurando à luz do dia como se tivesse sido bai­xada do céu.
Comparemo-la agora com a Nova Jerusalém. Esta é feita de ouro pu­ro. Puro como o cristal. Não é despropositado equiparar a Grande Pirâ­mide de Gizé, em sua glória original, com a Nova Jerusalém tal como foi descrita por João no capítulo 21 do Apocalipse. Portanto, acredito que as pirâmides antigas são cópias da Cidade de Deus que no futuro descerá do céu: a Pirâmide do Ceú.

"Eis que venho sem demora. Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro."
Apocalipse 22:7

Só quando o Messias vier compreenderemos plenamente esses mis­térios, pois agora vemos através de um vidro escuro. Mas, quando ele voltar, tudo será revelado.
Quero afirmar aqui que as conclusões a que cheguei nesta série são fundamentadas num sequência lógica das verdades dadas pelas Es­crituras. Por meio de todo esse processo, estive sempre ciente de que fa­zer acréscimos ou supressões nas Escrituras constitui grave pecado. Portanto, é com humildade no coração que apresento esta tese, e peço perdão a Iahweh e a Seu filho, meu irmão, o Messias, se cometi erros ou representei incorretamente essas verdades. Não foi essa minha intenção.
Onde a Escritura é clara e simples, posso apostar minha vida em sua veracidade. Nas partes onde especulei, fundamentado em minhas pes­quisas e discernimento, afirmei claramente que se tratava de especulação. Mas acredito que muitas das conclusões a que cheguei são precisas.

Um comentário:

  1. Apocalink, o versículo citado por ti que está em jó, sempre me fez tremer as carnes de tão indescritível conhecimento, porém sempre tive por mim que Iahweh se referiu á construção da terra mas não meditei sobre a pedra angular, de qualquer forma, realmente satanás e os seus ordinários são usurpadores.
    Na tua humildade há sabedoria, pois é Iahweh quem capacita seus escolhidos.
    PAZ.

    ResponderExcluir

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.