quinta-feira, 1 de setembro de 2011

A história por trás da filmagem da Tsunami do Japão vista de dentro de um carro.

Nas últimas semanas um vídeo espetacular tem se disseminado pela WEB. É difícil encontrar quem não tenha "vivido a experiência" de estar dentro de um carro na cidade japonesa de Sendai durante a invasão das águas provocadas pela terrível Tsunami que varreu parte do litoral japonês no dia 11 de março de 2011.


Quando vi este vídeo, quis conhecer sua história: Quem fez a filmagem? Ela é real ou apenas uma montagem extremamente bem feita ? A pessoa que fez a filmagem sobreviveu ou a câmera foi encontrada por acaso nos destroços da tragédia ? 

Bem, depois de pesquisar vários sites de notícias de diversos países, seguem algumas peças deste quebra-cabeça...

Aquela sexta-feira, 11 de março de 2011, começou como qualquer outra para o motorista Yu Muroga, 36 anos, que tinha algumas entregas para fazer em Sendai, na província japonesa de Miyagi. Como fazia normalmente, ativou a câmera de segurança instalada em seu carro, que filmava todo o seu itinerário.

A bela e organizada Sendai
Antes da catástrofe de 11 de Março de 2011

Veja mais fotos de Sendai (antes da tragédia) em...

Ao parar em um semáforo, percebeu um tremor de terra, forte o bastante para desequilibrar um pedestre que passava pela calçada e balançar os veículos parados na rua, porém nada que assustasse alguém que passou a vida inteira convivendo com tremores de terra de diversas magnitudes.O que ele não sabia era que havia sentido os efeitos atenuados do maior tremor de terra ocorrido no Japão desde a Segunda Guerra Mundial, que teria efeitos catastróficos.

Localização do epicentro do terremoto de 11 de março de 2011

Após o incidente, Muroga continuou seu dia normalmente, e como estava dentro da cidade,  mais de um km afastado da costa, não tomou grandes precauções. Porém, quando dirigia em uma movimentada avenida cerca de 1 hora depois do tremor, percebeu que algo estava muito errado quando um coluna de água e destroços "cruzou" a avenida à sua frente, levando tudo que encontrava ao redor.

Um mar de destroços:  foi o que sobrou após a passagem da tsunami por Sendai

Os primeiros reflexos para tentar uma fuga foram logo frustrados, quando as águas surgiram de todos os lados, e seu carro e de todos os outros motoristas se juntaram aos escombros daquela enxurrada gigantesca. Muroga abandonou seu carro e conseguiu nadar até um local seguro, depois de ter sentido a morte muito de perto.

Cena que mostra a chegada das águas. Rapidez impressionante

A partir deste momento começam mais de 3 minutos de puro desespero, onde a câmera de Muroga flagra motoristas desesperados em seus automóveis, boiando em uma correnteza lamacenta, que a cada segundo subia mais, até que seu carro entra em uma espécie de galpão e é abalroado por um objeto que parece ser a caçamba de um caminhão, afundando na escuridão. Durante toda a filmagem, um solitário limpador de pára-brisa continua funcionando teimosamente...

Algum tempo depois a câmera foi recuperada e especialistas conseguiram resgatar o vídeo que imediatamente começou a se espalhar pela Internet. Especialistas declararam que o vídeo do Sr. Muroga é a melhor evidência da rapidez com que as águas da tsunami invadem tudo o que encontram pela frente, justificando de certa maneira a quantidade de vítimas, que não conseguem reagir à catástrofe.

A destruição das águas é implacável

Que este vídeo permaneça como uma testemunha do terror causado pelo maior desastre natural da história do Japão, que mais uma vez demonstrou ao mundo um exemplo de solidariedade, fraternidade e organização depois de tamanho trauma.


Mais detalhes sobre esta história em...

Saiba mais sobre Tsunamis em...

3 comentários:

  1. Caramba... em um artigo tão sério, olha a propaganda no seu site: "Pênis enorme e grosso agora"... Credo!

    ResponderExcluir
  2. Nunes , não temos controle sobe os itens de propaganda do google, peço desculpa por eles.

    ResponderExcluir

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.