sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Como nos dias de Noé, o retorno dos Nefilins- Parte 14 : Os anjos decaídos e os heróis mitológicos (Apolo, Pan, Cíclopes, Moloch)

MONUMENTOS, PINTURAS, TEXTOS ANTIGOS  E A BÍBLIA SAGRADA PARECEM PROVAR A PRESENÇA DE SERES DIFERENTES DE NOSSA RAÇA DENTRO DE NOSSAS CULTURAS...
QUEM ERAM?
DE ONDE VIERAM?
QUAL ERA SUA MISSÃO?
ELES IRÃO RETORNAR?

COMO NOS DIAS DE NOÉ: O RETORNO DOS NEFILINS!




Tratemos agora da outra grande questão colocada no início do ca­pítulo anterior. Quem eram, de fato, aqueles "valentes varões na antiguidade, homens renomados que receberam o nome de heróis?"

Muitos cientistas, historiadores e pessoas eruditas acreditam atual­mente que grande parte do que se denomina "mitologia" fundamenta-se em fatos. Os relatos das mitologias grega e romana de que dispomos, as­sim como os textos extensos do Egito, como o "Livro dos Mortos", e as "Lâminas da Criação" da Babilônia e outras cosmogonias nos proporcio­nam registros fidedignos.
Esses relatos descrevem uma situação na qual os deuses desceram do céu, tomaram mulheres por esposas e geraram filhos e filhas que deve­riam reinar no lugar deles? Sem dúvida. Na verdade, todas as lendas e me­mórias dessas mitologias não foram mera invenção da mente humana. A maioria dessas histórias e tradições cresceu e desenvolveu-se a partir das façanhas desses "valentes varões de renome, os heróis na antiguidade" do Gênesis 6:4. Ademais, todas essas histórias e lendas das mitologias grega, romana e egípcia e, de fato, de Vishnu e outros, são versões adul­teradas de verdades primitivas que foram distorcidas à medida que pas­savam de geração a geração, e a memória do significado original perdeu-se nesse processo.
Será possível identificarmos algum desses "deuses" ou "heróis" e sa­bermos algo a respeito de sua origem? Na medida em que dispusermos de informações, teremos um grande volume de detalhes. Comecemos com os deuses da Grécia, que são as mesmas entidades que com grande frequência aparecem na história romana. Notem-se em muitos desses no­mes as ligações com corpos celestes e astronômicos, levando em conta, ao mesmo tempo, o fundo de cena da expressão original "estrela da ma­nhã" e das outras "estrelas de Deus".
Os principais olimpianos (nome dado aos deuses antigos) são mui­to frequentemente as mesmas entidades nas lendas gregas e romanas, mas com nomes diferentes. São eles:

Apolo (estrela)
Afrodite
Ares (Áries: estrela)
Ártemis
Dionísio
Atena
Hades
Demetér
Hermes
Hera
Posêidon (Netuno: planeta)
Jano
Édipo
Juno
Zeus
Jasão
Júpiter (planeta)
Prometeu
Atlas
Rômulo
Caronte
Remo
Crono
Saturno (planeta)
Deucalião
Selene
Héracles; Hércules (estrela)
Éos
Ícaro
Urano (planeta)
Vulcano
Plutão (planeta)
Marte (planeta)
Mercúrio (planeta)
Órion (estrela)
Orfeu
Pégaso (estrela)
Perseu (estrela)
Centauro (estrela)
Andrômeda (estrela)

Existem muito mais deuses e não vou me aprofundar nas histórias que particularizam suas aventuras, CITAREMOS ALGUNS:
O monte Olimpo era o local antigo onde muitos dos deuses viviam. Os mais primitivos deles eram conhecidos por Titãs, que eram tidos por filhos do céu e da terra. São definidos como uma raça de deuses prime­vos gigantes, de grande força física e mental.
APOLO
Apolo era filho de Zeus e de Leto, que era filha dos Titãs Febe e Céu. Apolo era o deus da medicina, da música e da profecia. Delfos, na Gré­cia, é o local do seu templo e oráculo.
Havia uma cidade na Macedônia chamada Apolônia, que significa "Lugar de Apolo", situada a aproximadamente 35 quilômetros de Tessa-lônica. O interessante é que, no Apocalipse, há uma passagem que men­ciona uma "estrela" (anjo) que tem a chave do "poço do abismo". Quando esse poço foi aberto, uma grande nuvem de "gafanhotos" de aparência assustadora saiu para a terra. E esses gafanhotos tinham um rei que imperava sobre eles, cujo nome em hebraico é Abadom, e, em gre­go, Apoliom(APOLEIA-APOLO-DESTRUIDOR). Seria este um dos Nephilim originais lançados no Tártaro por cometerem crimes hediondos que precipitaram o Dilúvio? Poste­riormente voltaremos a esse tópico. A propósito, o significado tanto de Abadom quanto de Apoliom é "Destruidor".
  
Apolo, um dos mais importantes deuses do Olimpo, era filho de Zeus e da titã Leto. No Livro do Apocalipse há uma referência aterradora ao Abadom, e, em gre­go, Apoliom(APOLEIA-APOLO-DESTRUIDOR), Um rei dos demônios que abrirá um portal para libertar os demônios do abismo. Seria este um dos Nephilim ou vigilantes originais?
PAN

Paneas é outro local que ainda existe. Mais  tarde passou a chamar-se Cesareia, mas nos tempos antigos era um santuário dedicado ao deus Pan. Este era metade humano; tinha pernas e chifres de bode e passava seu tempo perseguindo e fornicando com mulheres (ninfas). Frequente­mente, suas orgias regadas a bebida transformavam-se em derramamen­to de sangue, pois ele era propenso a tornar-se violento de repente. É dele que se originou a palavra "pânico". O santuário de Pan era também chamado Baalgad. Fica próximo ao monte Hermon na fronteira do Líba­no com a Síria, onde, segundo o Livro de Enoque, os anjos caídos origi­nais desceram à terra vindos do céu.



  É uma divindade andrógena (MASCULINA E FEMININA), ou seja, homossexual. O WIKIPÉDIA descreve através da ótica mística o deus PAN como deus dos bosques, da natureza selvagem que habita cada um de nós. 
O deus PAN é a carta do Diabo no Tarô Mitológico: Quando essa carta sai num jogo, é hora de confrontarmos o medo, de livrarmo-nos das amarras da moralidade, de expandirmos a mente através do encontro com o que há de sombra na nossa psique, com o que há de vergonha nos nossos cotidianos vividos, pensados e guardados.

O deus Pan, o GADU(ADORADO NA MAÇONARIA), o Anticristo, é o DEUS DAS OLIMPÍADAS
tem a tocha na mão esquerda e
a mão direita espalmada,
sinais de ILLUMINATI (super maçom)

OBS: Em nome do nosso satanás lúcifer! Excelso


Está escrito: Mateus 25: 41  “Então, dirá também aos BODES (bafomet) que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o DIABO e seus anjos.”
  CICLOPES


 Polifemo, filho de Poseidon e da ninfa Teosa. Nessa imagem vemos que Polifemo só tem um olho mas no lugar onde ficariam os olhos como os de nós, há buracos para enganar vitimas(Fonte:wikipédia)

Durante a era desses deuses construíram-se palácios enormes em muitos locais do mundo conhecido de então e os descendentes do povo dessas regiões acreditavam que esses palácios haviam sido construídos pelos ciclopes, uma raça de gigantes. Algumas das fortificações mais pri­mitivas, segundo se diz, foram construídas por Perseu, o lendário fun­dador de Micenas. Os ciclopes eram filhos de Urano e de Gaia. Chamavam-se Brontes (que significa trovejante), Estéropes (iluminador) e Arges (brilhante). Eram monstros com um só olho na testa que habi­tavam a Sicília.

 

''Os ciclopes (do grego Κύκλωψ, "olho redondo") eram, na mitologia grega, gigantes imortais com um só olho no meio da testa que, segundo o hino de Calímaco, trabalhavam com Hefesto como ferreiros, forjando os raios usados por Zeus. Os ciclopes podem ser divididos em dois grupos de acordo com o tempo de existência: 
1-os ciclopes antigos (ou primeira geração)
2- ciclopes jovens (nova geração). Eles aparecem em muitos mitos da Grécia, porém com uma origem bastante controversa. De acordo com sua origem, esses seres são organizados em três diferentes espécies:
1- Urânios: filhos de Urano e Gaia
2- Sicilianos: filhos do deus dos mares Poseidon 
3- Construtores; que provêm do território da Lícia.''
Observações perturbadores do wipédia:
''...Os ciclopes são enviados para o abismo do Tártaro...''

''Essa raça é retratada nos poemas homéricos como gigantescos e insolentes ...Registra-se que, por vezes, comiam até mesmo carne humana...''

''Diz-se que há, ainda, uma terceira raça de ciclopes, denominados construtores, provenientes do território da Lícia. Esses posuíam grande poder físico ... Seus trabalhos eram muito pesados e nenhum humano conseguiria realizá-lo tão facilmente. Suspeita-se de que esses ciclopes sejam os responsáveis pela construção das muralhas das cidades de Tirinto e Micenas.''
E suspeito que estes nephilins construiraam as pirâmides...

 FONTE: WIKIPÉDIA

Como dissemos anteriormente, historiadores e cientistas admitem atualmente que muitas lendas e pretensas mitologias têm suas raízes em verdades antigas. Em Gênesis 6:5, vimos que o mundo inteiro estava cheio de violência e imoralidade e que "a maldade do homem se havia multiplicado na Terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração".
Com base nos indícios dos grandes templos e outras construções avançadas desses tempos antigos, e, à vista dos muitos relatos escritos so­bre a identidade dos deuses e de suas façanhas, não é necessário ir muito longe para identificar essas figuras com os Nephilim do Gênesis 6. Pois nas lendas gregas e romanas, os deuses descem à Terra, tomam mulheres mortais por esposas e geram muitos filhos que eram semideuses, metade humanos, metade divinos. Ainda que apenas algumas das histórias sobre esses deuses e sua descendência sejam verdadeiras, temos um bando bem sanguinário, já que em todas as lendas a eles relativas ocorrem libertina­gem, infanticídios, matricídios, parricídios, estupros, assassinatos, adul­térios, incestos, traição e até mesmo canibalismo. Tudo o que de perverso possamos pensar, eles praticavam. Isso está perfeitamente de acordo com o que diz o Gênesis: o mundo inteiro estava repleto de violência.
O sacrifício de seres humanos era uma característica significativa desses tempos, tanto antes quanto depois do Dilúvio de Noé.  
 
Levítico 18:21. "Não oferecerás a Moloque nenhum dos teus filhos, fazendo-o passar pelo fogo; nem profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o “Senhor”. 

MOLOQUE
Havia um deus de nome Moloque, cuja imagem era a de uma criatura sentada ereta com as mãos estendidas e tendo um fogo em seu colo .  
 Bebezinhos e crianças eram queimados nesse fogo para aplacar o deus e assegurar graças e perdão. Comportamento gritantemente imoral que in­cluía bestialidade, embriaguez e orgias era normal e, como acontece com esse tipo de comportamento liberal, era comum assassinatos e violência seguirem-se como consequência. Se aceitarmos essas histórias primevas pelo que aparentam ser, elas se harmonizam perfeitamente com o quadro pintado em Gênesis 6, no qual os Nephilim reinavam.

''Estes eram valentes varões de renome, os heróis na antiguidade.''

Excetuando-se o fato de que esses deuses levavam nomes de estrelas e planetas, lembremo-nos também de que os Nephilim e seus descenden­tes eram singularmente depravados e iníquos e não poderiam ser diferentes, já que assim eram sua constituição e natureza genéticas. De tal ma­neira corromperam a totalidade do povo com seus pecados e comporta­mento, que toda a humanidade teve de ser destruída, pois não havia mais salvação para ela. Salvaram-se oito almas apenas - Noé e sua família.
A principal raison d'être do arcanjo Lúcifer era matar todas as pes­soas, de maneira que a linhagem de descendentes da mulher não conseguisse sobreviver e, portanto, a profecia de lahweh não se cumprisse. Trazer os Nephilim e sua ninhada devassa para o mundo quase fez Satã triunfar. Mas a linhagem do Messias prometido, o descendente da mulher, foi preser­vada por meio de Noé, e o plano nefasto de Lúcifer não deu em nada.
Os anjos caídos, esses filhos de Deus que se infiltraram entre o po­vo da Terra e que eram os deuses de outrora, os heróis e homens de re­nome, estão agora, todos eles, enclausurados no Tártaro, aguardando o dia do juízo. 
A seguir, mostraremos ao leitor amigo do APOCALINK algo realmente espantoso com relação a esses mesmos anjos caídos, os deuses e heróis da antiguidade!
 CONTINUA...

4 comentários:

  1. Aguardo acinosamente a ultima parte a tao aguardada parte !!!

    Amigo sinceramente perdera o credito fazendo propaganda ou anuncio ou piada, ainda mas tendo a o nome do Corinthians

    ResponderExcluir
  2. Calma irmão, é só pra machucar os corações rubros...

    ResponderExcluir
  3. Apocalink, tenho o maior respeito e admiração por seu trabalho.
    E oro que Deus continue te dando sabedoría para nos ajudar a entender alguns mistérios desse imenso quebra cabeça que é a bíblia.
    Mas o comentário acima procede.
    Não combinou com seus estudos tão aplicados.
    Não torço por time algum, mas não quero que alguem que acompanha seu trabalho perca o gosto por causa de time.
    Fique na Paz.

    Ass: Joana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graças a Deus, Joana, foi só uma brincadeira, mas que não afetou em nada meu trababho e a vossa compreensão,.
      A Deus todo honra e toda glória pra todo sempre , Amém.
      Atenciosamente,
      Apocalink

      Excluir

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.