segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Ex-travesti conta seu testemunho de vida no "Conexão Repórter" (VÍDEO)

EX-TRAVESTI AFIRMA EM TV: "JESUS ME DEU UMA NOVA OPORTUNIDADE"

O
 programa Conexão Repórter da última quarta-feira, 17, mostrou uma reportagem sobre o mundo dos travestis, abordando a prostituição, a dificuldade de encontrar emprego, a discriminação da sociedade, a intolerância e a violência contra eles. Entre as histórias mostradas no programa está a de um homem, que largou a vida de travesti e voltou a ser heterossexual depois que se converteu. “Hoje eu quero casar, quer ter meus filhos. Deus me projetou para casar com uma mulher e não casar com homem”, disse Sérgio Luis de Souza, ex-travesti. 







Ele conta que foi aos doze anos que começou ater relações homossexuais, com 15 começou a colocar silicone, chegou a ir para a Europa para se prostituir. Sua vida também foi marcada pelo uso de drogas e pelo crime, até que ele foi preso. Hoje, depois de entregar sua vida para Jesus, ele se considera uma nova pessoa. Um bispo da Igreja Batista, Paulo Tavares, também comenta sobre o estilo de vida dos travestis. “Eu acredito que o travesti não nasceu travesti, eu acredito que ele tenha passado por alguma dificuldade que interferiu na vida dele”. Sérgio está com aparência masculina, tirou os silicones e fará lipoaspiração para voltar a ter um corpo de homem. Ele também conta que se apaixonou por uma mulher. “Eu estou nascendo de novo”, conta.
Fonte: Gospel Prime

NOTA: Uma coisa importante, além da própria transformação do Sérgio, é o fato de a reportagem revelar algo que, na verdade, a sociedade já sabe, mas finge não saber: que a vida de travestis que se prostituem, bem como de homens ou mulheres no mesmo estilo de vida, inevitavelmente cruza o tenebroso mundo das drogas e, com isso, o do crime. Muitos destes homossexuais são sim, vítimas de violência. Mas não por "homofobia"; seu envolvimento com a prostituição, drogas, violência resulta, fatalmente, em algumas vítimas fatais. Isto é reverberado pelo lobby político que usa movimentos como o GLBT para denunciar uma "homofobia" que, na realidade, não existe. É do interesse de tal lobby político que tal situação perpetue-se, mais alienação aconteça e, com isto, mais controle. Parabéns ao Conexão Repórter.

Um comentário:

  1. Existem muito mais testemunhos como estes mas certamente serão raramente mostrados na mídia aberta,o Sérgio tem muita coragem e que tenha a consolação do Espirito Santo para que suporte as tentações.
    Já assisti alguns debates televisivos entre homossexuais,pastores e simpatizantes mas vi que aquilo é como um circo.Em seus depoimentos,os travestis,se mostram satisfeitos e os simpatizantes dizem que o importante é "ser feliz", os pastores tentam argumentar com a biblia e não conseguem porque os impios não creem nela e dissimulam totalmente.
    Mas sei que isso faz parte da agenda,eles mostram alguns travestis considerados bem sucedidos se dizendo felizes e satisfeitos pra tentar desvirtuar a realidade que é alarmante,dizem que isto é fashion,que é moderno e simplesmente opcional,muito lindo e democrático,muito legal e ótimo e ser hétero é ultrapassado.
    É impossivel mas Deus pode mudar!

    ResponderExcluir

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.