quarta-feira, 20 de julho de 2011

Hackers atacam alvos militares no mundo todo



O Pentágono, responsável pelo Departamento de Defesa dos EUA, alertou que ataques virtuais já roubaram mais de 24 mil documentos sigilosos de prestadores de serviços de órgãos militares no mundo todo. E conforme noticiado pela F-Secure, os ataques continuam ocorrendo.

Empresas como Lockheed Martin, Northrop Grumann e muitas outras sofreram com um golpe que aproveita uma vulnerabilidade em arquivos PDF. Ao receber um arquivo contendo informações sigilosas sobre uma conferência sobre mísseis e foguetes, o aplicativo Adobe Acrobat Reader permite a execução de um código, que por sua vez aciona o arquivo malicioso lsmm.exe.
Feito isso, o responsável pelo ataque recebe um aviso indicando que o golpe funcionou e que foi aberta uma “backdoor” (ou “porta dos fundos”), para que ele possa roubar os arquivos ou manipular o computador infectado. Os responsáveis pelos ataques ainda não foram identificados, mas sabe-se que os alvos são sempre órgãos do governo, órgãos militares e/ou empresas terceirizadas contratadas para prestar serviços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.