quarta-feira, 6 de julho de 2011

Dinastia: escola hacker Anonymous formará pupilos


A união de dois dos mais perigosos grupos mundiais de hackers — LulzSec e Anonymous — já vem fazendo muito barulho no mundo inteiro desde o fim do mês passado. E, apesar da aparente dissolução do LulzSec, os ataques às falhas de segurança em websites estão longe de silenciar.
Isso porque, junto ao anúncio da saída dos principais membros do grupo, os líderes também comunicaram que os primeiros "formandos" de uma escola hacker entrariam em atividade dentro de um mês. Mesmo não tendo a habilidade de invasores mais experientes, os novatos já sairiam do curso com a capacidade de roubar senhas de bancos e programar botnets.
Em entrevista ao site Examiner, um dos hackers envolvidos no projeto afirmou que será feita uma reestruturação no projeto inicial da escola, a fim de organizar melhor os alunos e os tópicos. A formação dos aprendizes incluiria cursos de Zeus botnet, XSS, CRSF, HTTP Injection, Backdoors e outros métodos para quebrar a segurança de sites e sistemas.

"A ideia do site [da escola] é treinar as pessoas para lutar por sua própria liberdade. Nós já começamos as aulas, mas apenas o básico.", disse o informante da LulzSec.
Se considerarmos que, em menos de dois meses de atividades, o twitter oficial do grupo LulzSec já arrebatou quase 300 mil seguidores, o que não deve faltar é gente interessada em aprender com os mestres da arte da pirataria online.
Somente nos últimos dias,Apocalink publicou diversas notícias sobre ataques e reviravoltas relacionados ao assunto. Se antes os alvos eram sites públicos e centros de inteligência, agora nem mesmo a Apple, Google, Microsoft e o presidente Barack Obama ficaram ilesos. Ao que parece, a batalha digital está longe de um cessar fogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.