domingo, 26 de junho de 2011

Desvendando o simbolo perdido (Na versão ''Deles'')


No novo romance de Dan Brown, O símbolo perdido, as aventuras do professor Robert Langdon são ambientadas em Washington D.C. Toda a trama se desenvolve em apenas doze horas, em que Langdon é obrigado a decifrar um mistério milenar para salvar a vida de seu amigo, Peter Solomon.

A emaranhada trama envolve a CIA, os maçons, uma conspiração e o departamento de estudos noéticos - dedicado a entender e controlar os poderes da mente ainda desconhecidos da ciência - e se desenrola em torno de pontos e referências históricas de Washington D.C.

Muitos dos mistérios, símbolos e descrições são reais, mas o autor também se vale da imaginação para compor sua história. É possível separar a fantasia da realidade? A cidade teria realmente uma origem mística, ligada à maçonaria?









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.