segunda-feira, 27 de junho de 2011

Após ataques, grupo mobiliza internautas para passeatas

O grupo hacker LulzSecBrazil passou a promover em seu site mobilizações para passeatas no mundo real, após o anúncio de sua matriz internacional de que não seriam feitos novos ataques.
Na noite deste domingo (26), o site do grupo trazia um convite para uma série de mobilizações nas capitais de diversos Estados do país com o objetivo de protestar contra o "governo corrupto e pela liberdade de expressão".
O grupo de hackers LulzSec chamou a atenção mundial pela primeira vez há dois meses, com a invasão da rede online do PlayStation, da Sony, e com o vazamento dos dados de milhões de usuários. O serviço, de alcance global, passou dias fora do ar.
Na semana passada, o grupo assumiu um ataque ao site da CIA e do FBI.
O grupo ganhou um braço brasileiro, o LulzSecBrasil, que com base em uma nota do grupo internacional convocando internautas a lutarem contra a corrupção e o sigilo de informações, montaram uma operação batizada de #AntiSec.
No Brasil, os hackers promoveram ataques a páginas na internet ligadas ao governo brasileiro como o site da Presidência e do Senado. Eles também chegaram a divulgar informações pessoais de políticos e um banco de dados com informações de funcionários da Petrobras.

Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.