terça-feira, 3 de maio de 2011

Como o Osama Bin Laden foi pego!

Ontem, dia 1º de maio de 2011, o presidente norte-americano Barack Obama anunciou que Osama Bin Laden foi morto. Desde o ataque terrorista às Torres Gêmeas e ao Pentágono, em 2001, dez anos se passaram e muitos bilhões de dólares foram investidos. Tudo em buscas do homem que é considerado o maior terrorista dos últimos tempos.
Apesar de Obama declarar, em discurso oficial, que o terrorista foi encontrado após planos muito bem estruturados (por parte do serviço de inteligência dos Estados Unidos), algumas hipóteses diferentes começam a circular pela internet. Nós reunimos as hipóteses mais divertidas (e malucas) neste artigo especial. Confira agora!

Foursquare: o dedo-duro

Osama Bin Laden não pode acessar a internet com frequência, por isso não costuma ler as matérias nos Apocalink. Se ele estivesse atualizado, saberia qual a grande função da rede social Foursquare. Mas devemos dizer que, para toda a população mundial, é uma grande sorte ele não saber.
 
(Fonte da imagem: Capinaremos)
Sem grandes conhecimentos, Osama aproveitou que havia conseguido sinal de internet wireless de uma academia militar, próxima ao seu esconderijo. Com um iPhone que ganhou de um amigo norte-americano (em tempo: um agente duplo), ele visitou a loja de aplicativos da Apple para conhecer alguns novos aplicativos.
Foi então que encontrou o Foursquare na lista de apps mais baixados do Paquistão e decidiu conhecê-lo. Bem, não demorou para que todo mundo soubesse onde estava o terrorista. Em poucas horas, o governo dos Estados Unidos entrou em ação para exterminar a existência de Bin Laden.

Steve Jobs: o espião

Faz algumas semanas que estão surgindo boatos acerca de possíveis rastreamentos que a Apple estaria fazendo com seus usuários. Steve Jobs negou várias vezes, mas a verdade é que os iPhones estavam realmente enviando dados de localização para servidores remotos.
 
(Fonte da imagem: Candi Comics)
O agente duplo citado no item anterior foi o responsável por entregar o iPhone para Bin Laden. Depois disso, foi só esperar algumas horas para que a triangulação da localização exata de Osama fosse concluída. Assim ocorreu a tentativa da captura, que acabou resultando na morte do terrorista.
Há informações de que o líder da Apple estaria na Casa Branca, conversando com Obama para receber a gratificação pelas informações de Bin Laden. Para evitar reclamações por parte dos usuários, Jobs vai apenas desativar o recurso nos iPhones, sem declarar publicamente sua participação nos planos militares dos EUA. “Deixo os louros para o Foursquare”, disse Jobs.

Obama viu a invasão como se estivesse jogando Call of Duty

Algumas fontes internacionais estão dizendo que Barack Obama (o presidente dos Estados Unidos) pôde assistir, em tempo real, à operação que matou Osama Bin Laden. Para isso, câmeras instaladas no capacete de alguns soldados enviavam as imagens para a Casa Branca, tudo ao vivo.



Ontem, dia 1º de maio de 2011, o presidente norte-americano Barack Obama anunciou que Osama Bin Laden foi morto. Desde o ataque terrorista às Torres Gêmeas e ao Pentágono, em 2001, dez anos se passaram e muitos bilhões de dólares foram investidos. Tudo em buscas do homem que é considerado o maior terrorista dos últimos tempos.
Apesar de Obama declarar, em discurso oficial, que o terrorista foi encontrado após planos muito bem estruturados (por parte do serviço de inteligência dos Estados Unidos), algumas hipóteses diferentes começam a circular pela internet. Nós reunimos as hipóteses mais divertidas (e malucas) neste artigo especial da coluna Erro 404. Confira agora!

Foursquare: o dedo-duro

Osama Bin Laden não pode acessar a internet com frequência, por isso não costuma ler as matérias nos sites Tecmundo e Baixaki. Se ele estivesse atualizado, saberia qual a grande função da rede social Foursquare. Mas devemos dizer que, para toda a população mundial, é uma grande sorte ele não saber.
 
(Fonte da imagem: Capinaremos)
Sem grandes conhecimentos, Osama aproveitou que havia conseguido sinal de internet wireless de uma academia militar, próxima ao seu esconderijo. Com um iPhone que ganhou de um amigo norte-americano (em tempo: um agente duplo), ele visitou a loja de aplicativos da Apple para conhecer alguns novos aplicativos.
Foi então que encontrou o Foursquare na lista de apps mais baixados do Paquistão e decidiu conhecê-lo. Bem, não demorou para que todo mundo soubesse onde estava o terrorista. Em poucas horas, o governo dos Estados Unidos entrou em ação para exterminar a existência de Bin Laden.

Steve Jobs: o espião

Faz algumas semanas que estão surgindo boatos acerca de possíveis rastreamentos que a Apple estaria fazendo com seus usuários. Steve Jobs negou várias vezes, mas a verdade é que os iPhones estavam realmente enviando dados de localização para servidores remotos.
 
(Fonte da imagem: Candi Comics)
O agente duplo citado no item anterior foi o responsável por entregar o iPhone para Bin Laden. Depois disso, foi só esperar algumas horas para que a triangulação da localização exata de Osama fosse concluída. Assim ocorreu a tentativa da captura, que acabou resultando na morte do terrorista.
Há informações de que o líder da Apple estaria na Casa Branca, conversando com Obama para receber a gratificação pelas informações de Bin Laden. Para evitar reclamações por parte dos usuários, Jobs vai apenas desativar o recurso nos iPhones, sem declarar publicamente sua participação nos planos militares dos EUA. “Deixo os louros para o Foursquare”, disse Jobs.

Obama viu a invasão como se estivesse jogando Call of Duty

Algumas fontes internacionais estão dizendo que Barack Obama (o presidente dos Estados Unidos) pôde assistir, em tempo real, à operação que matou Osama Bin Laden. Para isso, câmeras instaladas no capacete de alguns soldados enviavam as imagens para a Casa Branca, tudo ao vivo.
Com o vídeo postado aqui, você pode ter uma ideia de como aconteceu a operação, mas vale lembrar que as imagens não são do ataque a Bin Laden, mas sim de uma operação militar realizada no Afeganistão, em setembro de 2010.

Os melhores tweets sobre #Osama

Logo após as primeiras informações sobre a morte de Bin Laden, milhares de tweets começaram a surgir com opiniões e piadas sobre o assunto. Segundo o Twitter, foram quase 4 mil mensagens por segundo. É necessário dizer que boa parte dessas mensagens levava um erro de grafia no nome do terrorista, fazendo com que a morte fosse relacionada a Obama.

@GhostOsama

O fake criado para o fantasma de Bin Laden ganhou centenas de RTs, após enviar a seguinte mensagem: “Well this sucks... I accidentally enabled location on my tweets.”. Em português, a mensagem diz o seguinte: “Bem, puxa vida... Eu acidentalmente habilitei as localizações no meu Twitter!”.
(Fonte da imagem: Twitter de "GhostOsama")

@OsamaInHell

Outro fake do terrorista diz o seguinte: “A pior parte? Eu nunca mais estrelarei um vídeo novamente! Eu adorava fazer aquilo! Chorei!”.
(Fonte da imagem: Twitter de "OsamaInHell")

@Jesus

Uma conta falsa de Jesus Cristo também foi bastante retwittada ontem à noite. O responsável pelo fake disse: “Desculpe, você está no portão errado, Osama”, deixando claro que o terrorista seria lançado ao inferno.
(Fonte da imagem: Twitter de "Jesus")

O velório de Bin Laden e os spams

Assim como aconteceu com o casamento do Príncipe William, o “velório de Bin Laden” também ganhou vários eventos no Facebook. Milhares de pessoas já confirmaram presença no evento, mas o Facebook está bloqueando todos os convites relacionados à morte do terrorista.
É bom ressaltar que há uma série de emails falsos que prometem mostrar fotografias do ataque que matou Bin Laden, mas são apenas mensagens falsas com intuito de roubar informações. Da mesma forma que ocorre com diversos outros assuntos (como Charlie Sheen e Bruna Surfistinha), crackers criaram malwares com o tema para atrair vítimas.
Ele está morto!
.....
Atenção:  o objetivo de trazer um texto divertido aos leitores do site. Algumas das informações publicadas aqui são fictícias, ou seja, não remetem à realidade.

Fonte :Baixaki

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.