segunda-feira, 7 de março de 2011

"OS BILDERBERGS E AS SOCIEDADES SECRETAS" - COM JESSE VENTURA

O Clube de Bilderberg é uma conferência anual não-oficial cuja participação é restrita a um número de 130 convidados, muitos dos quais são personalidades influentes no mundo empresarial, acadêmico, midiático ou político. Devido ao fato das discussões entre as personalidades públicas oficiais e líderes empresariais (além de outros) não serem registradas, estes encontros anuais são alvo de muitas críticas (por passar por cima do processo democrático de discussão de temas sociais aberta e publicamente). O grupo de elite se encontra anualmente, em segredo, em hotéis cinco estrelas reservados espalhados pelo mundo, geralmente na Europa, embora algumas vezes tenha ocorrido no Estados Unidos e Canadá. Existe um escritório em Leiden e nos Países Baixos.
O título "Bilderberg" vem do que é geralmente reconhecido como o local em que ocorreu a primeira reunião oficial em 1954 - o Hotel de Bilderberg em Oosterbeek, perto de Arnhemia, Holanda. Embora a conferência não seja considerada um grupo de tipo algum, muitos participantes são frequentadores regulares, e os convidados são frequentemente referenciados como pertencentes a um secreto Grupo de Bilderberg. A alegação oficial do Clube de Bilderberg é de que o sigilo previniria que os temas discutidos, e a respectiva vinculação das declarações a cada membro participante, estariam a salvo da manipulação pelos principais órgãos de imprensa e do repúdio generalizado que seria causado na população. Algumas teorias dizem que o Clube Bilderberg tem o propósito de criar um governo totalitário mundial.
No documentário abaixo, o ator e ex-governador estadunidense Jesse Ventura investiga algumas das mais recentes informações sobre o suposto "Grupo", abordando, inclusive, sua criação e o que pôde ser investigado quanto aos seus planos efetivos. O jeitão sensacionalista dos programas de Jesse não excluem a importância do tema, uma vez que vários intelectuais, professores, jornalistas, etc. têm chamado o público em geral à atenção quanto ao trabalho e reais objetivos daquelas pessoa que reunem-se com certo sigilo e cujas conversas não são reveladas a ninguém. Um determinado jornalista falou certa vez: se um jogadores de vários times se reunissem em um determinado local, anualmente, para falarem de algo relativo aos seus times, virtualmente toda a mídia se interessaria pelo fato (principalmente se a reunião não tivesse seu conteúdo revelado)! Ora, se a mídia se preocuparia com jogadores conversando sobre seus times (uma trivialidade, para 99.999% da população), por que a grande mídia não se interessa em cobrir sequer uma reunião com algumas das pessoas mais poderosas do planeta? Talvez você se surpreenda ao saber que alguns dos maiores barões da mídia mundial são membros ativos do "Grupo Bilderberg"!! Bons vídeos!
PARTE 1

PARTE 2
 

PARTE3
 

PARTE 4

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.