quarta-feira, 2 de março de 2011

Batidão do Senhor – Conexão Repórter SBT

O Roberto Cabrini, em seu programa Conexão Repórter, revelou os bastidores da vida do polêmico Pastor Marcos Pereira. O homem que diz ter o poder de libertar as  almas tomadas pelo mal. Acompanhamos como o pastor faz seu trabalho. O que ele chama de " expulsão de demônios ". E como ousa levar a palavra de Deus em lugares improváveis como presídios.

Com o aval de traficantes ele consegue livre acesso nos morros e favelas cariocas. Fica cara a cara com homens violentos que se ajoelham diante do poderoso pastor. As imagens mostradas com exclusividade pelo programa geram polêmica. Representantes de diversas religiões questionam a veracidade do trabalho realizado por Marcos Pereira. Cada um dos representantes tem uma linha de pensamento.

Depois da nossa reportagem o trabalho do pastor ganhou mais notoriedade e outros pedidos de salvamento chegaram até ele. E mais uma vez o Conexão Repórter tem acesso a tudo. Tentamos desvendar o que está por trás da evangelização contorversa do pastor das ovelhas negras.

O pastor não age sozinho. Conta com a ajuda de seguidores, adeptos de uma igreja que ganha cada vez mais notoriedade. Noite de quinta-feira, 09 de setembro. O carro da Assembléia de Deus dos Últimos Dias se aproxima de uma favela na zona norte do Rio. A missão: resgatar das mãos de traficantes um homem que está marcado para morrer.

Os servos do pastor sabem o local exato onde os traficantes mantém o refém, graças a uma denúncia anônima feita por um morador da comunidade. Mais uma vez os homens do Pastor Marcos impedem a ação dos traficantes. O refém debilitado é retirado com cuidado do porta malas, colocado dentro do carro da igreja e levado até a sede da Assembléia de Deus dos Últimos Dias.

Há dois meses exibimos com exclusividade as imagens do pastor Marcos Pereira em ação. Cenas que impressionam e geram polêmica. O pastor se define como um homem com poderes sobrenaturais. Um homem controverso que carrega diversas acusações, mas o pastor parece não se importar com as acusações que sofre, não se intimida e leva a palavra de Deus em locais dominados pelo tráfico.

Será possível recuperar, transformar a mente de homens tão endurecidos pela violência tão subtamente? O que pensam representantes de outras religiões? As cenas que presenciamos durante o batidão promovem uma diversidade de opiniões, criam novas indagações, principalmente para representantes de outras religiões.

Representantes de Igreja Católica classificam o trabalho do pastor como uma espécie de espetáculo. Os budistas são contundentes em dizer que "parece uma cena bem preparada, por pessoas que se colocaram a disposição para isso". A umbanda identifica o que ele faz como verdadeiro. O espiritismo reconhece a influência do pastor sobre as pessoas. Já os ateus acham que é marketing do pastor.

Decidimos ouvir novamente o pastor Marcos Pereira. O que ele tem a dizer as pessoas que duvidam do seu trabalho, da sua pregação, do seu dom de expulsar demônios. Agora o pastor quer levar a palavra de Deus em um dos presídios de São Luis do Maranhão, exatamente como costuma fazer em detenções do Rio de Janeiro.

Começa a pregação e o pastor faz uso do bom humor para entreter os detentos. No pátio, lado a lado, integrantes de facções rivais ouvem atentos as palavras de Marcos Pereira. Tudo parece correr como de costume, mas subtamente o culto toma outro rumo. Uma briga entre os detentos tem início e rapidamente um dos agentes penitenciários imobiliza o preso que começou a briga. O carcereiro retira das mãos do preso uma faca de cozinha. Enquanto isso o pastor marcos paralisa o culto e decide acalmar os ânimos para que uma rebelião não tenha início.

Ele fala com integrantes das duas facções e quando percebe que tudo está sob controle retoma a pregação. Mais uma vez o pastor vence e impede ações violentas.Chega o momento mais esperado por todos no presídio. É hora do pastor purificar as almas. Há vinte anos o pastor Marcos Pereira realiza este trabalho dentro das favelas e morros cariocas. Não há como negar que ele realiza um trabalho social, mas se ele tem realmente o dom divino de salvar almas é uma questão que permanece incógnita.

ASSISTA A MATÉRIA COMPLETA:

Batidão do Senhor -Parte 1


Batidão do Senhor -Parte2



Batidão do Senhor -Parte 3



Batidão do Senhor -Parte 4


Batidão do Senhor -Parte 5


Batidão do Senhor -Parte 6

3 comentários:

  1. É como diz a palavra: É DEMÔNIO ESPELINDO DEMÔNIO....

    ResponderExcluir
  2. demônio não expeli demônio,apesar da desconfiança, está escrito em marcos 16:15 que estes sinais seguirão aos que crerem, o problema é crer em algumas partes e em outras não.

    ResponderExcluir
  3. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?
    23 Então lhes direi claramemnte: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.Mateus 7:22-23

    ResponderExcluir

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.